Salões de beleza vão ter que emitir nota fiscal e profissionais vão precisar de CNPJ

As regras passaram a valer em 1º de janeiro de 2018.

Em 05/01/2018 22:21
Atualizado em 05/01/2018 22:35

Notícia por Maikon Tiago Lunedo

Salões de beleza vão ter que emitir nota fiscal e profissionais vão precisar de CNPJ

Foram aprovadas pelo Comitê Gestor do Simples Nacional, novas regras para salões de beleza. As regras passaram a valer em 1º de janeiro de 2018. Conforme as regras, os empreendimentos, agora, ficam obrigados a descrever na nota fiscal o valor pago ao funcionário. Além disso, apenas os profissionais vão poder se cadastrar como Microempreendedores Individuas.

A resolução se aplica aos profissionais que trabalham no sistema de parceria, em que parte do valor pago pelo cliente fica com o salão, modelo regulamentado pela lei 13.352/2016, que entrou em vigor em janeiro de 2017. Não vale para funcionários contratados pelo salão.

De acordo com a resolução, os salões devem emitir documento fiscal informando o total das receitas de serviços e produtor neles empregados, discriminando as cotas-parte do salão-parceiro e do profissional-parceiro. A nota também deverá informar o CNPJ do profissional.

Os profissionais devem, ainda, emitir nota fiscal relativa ao valor das cotas-parte recebidas por ele. A soma destas cotas irá compor o faturamento do profissional-parceiro. Os valores repassados aos profissionais não serão contabilizados na receita bruta do salão-parceiro. Nestes casos, o salão não poderá ser enquadrado como MEI. 

Fonte: Gazeta do Povo Foto:Google


Tags da postagem

#Brasil 1 de janeiro 2018 Aparência e Autoestima Manicure Salão de Beleza