Hisórias de superação: Nelva Dal Sasso, de Quilombo, "Da dificuldade à oportunidade"

Hoje com 60 anos, a proprietária lembra que no começo tudo era muito difícil. A produção iniciou com 300 litros no primeiro ano, partindo para 500 litros, aumentando para 10.000 mil. Atualmente ela produz 30.000 mil litros por ano.

Em 06/03/2020 20:34

Notícia por Agência de Notícias Qbo Mais

Hisórias de superação: Nelva Dal Sasso, de Quilombo, "Da dificuldade à oportunidade"

Quilombo- Você já deve ter ouvido aquela famosa frase, se a vida lhe der um limão, faça uma limonada! Mas e se você tivesse cinco hectares de terra, o que você faria? Isso foi o que sobrou para dona Nelva Dal Sasso, moradora de Quilombo, após a separação. Com 40 anos de idade, ela resolveu investir na produção de cachaça artesanal, produto que foi passado de geração para geração, afinal, como ela mesma conta, teve que encontrar uma saída para se sustentar.

Hoje com 60 anos, a proprietária lembra que no começo tudo era muito difícil. A produção iniciou com 300 litros no primeiro ano, partindo para 500 litros, aumentando para 10.000 mil. Atualmente ela produz 30.000 mil litros por ano.

Os meses de maio, junho e julho, são os picos da produção da cachaça. Neste período ela conta com a ajuda de quatro pessoas, duas que cortam a cana e duas que moem para produção da cachaça. Porém, do alambique para dentro, somente Dona Nelva faz os processos para preservar os segredos que há anos, estão na família.

Com o tempo, Dona Nelva foi incrementando licores a sua produção. Ela produz vários tipos que são: Chocolate com Pimenta, Jabuticaba, Ameixa, Amora, Cravo e Canela, banana com canela, figo, menta, café, pêssego, tangerina e boca loca.

Além de ser um exemplo de superação e dedicação, a Cooperada da Cresol Oeste Catarinense, agência de Quilombo, visualizou outra oportunidade. Transformou sua propriedade para receber visitantes e hoje, faz parte da Rota Turística do Estado.

Prestes a comemorarmos o Dia Internacional da Mulher, Dona Nelva é um exemplo a ser seguido, quando muitas vezes, as mulheres pensam que não há mais solução. Para as mulheres, Dona Nelva, diz que nem sempre vai ser um mar de rosas, mas, não se pode desistir. “Tudo o que a gente faz com amor e dedicação, paciência e persistência, dá certo!” finaliza.

 Fonte: Sandra Angonese|Analista de Relacionamento e Comunicação Oeste Catarinense - Cresol Oeste Foto:reprodução

 

Veja também!

Conheça Silvana Forcelini, a nova proprietária da Cachaçaria & Discreta Sexy Shop

Conheça Silvana Forcelini, a nova proprietária da Cachaçaria & Discreta Sexy Shop

Conheça!!!

Fiou interessado em conhecer essa novidade neh? Eu também.!

Leia mais

Conheça!!!

Publicidade


Tags da postagem

Mulher cachaça PINGA turismo local Quilombo SC cachaçaria 06 De Março De 2020 Nelva Backes superação cana de açucar alambique rota rural