Mais de 900 pessoas são atingidas pelo projeto saúde na comunidade

Foram sete encontros, atingindo 13 comunidades do interior de Formosa do Sul

Em 13/11/2019 19:37
Atualizado em 13/11/2019 19:39

Notícia por Agência de Notícias Qbo Mais

Mais de 900 pessoas são atingidas pelo projeto saúde na comunidade

O Governo Municipal de Formosa do Sul, por meio da Secretaria de Saúde e Assistência Social, realizou entre os meses de abril e outubro deste ano, mais uma vez o projeto Saúde na Comunidade. Ao total, foram atingidas mais de 900 pessoas, de 13 comunidades do interior do município, em sete encontros.

“Este foi o terceiro ano do projeto Saúde na Comunidade. Abordamos a importância das plantas medicinais como alternativas naturais em medicação, além da realização de exames laboratoriais, consulta médica e diagnósticos da saúde, sempre buscando a promoção e prevenção na saúde”, salienta o secretário de Saúde e Assistência Social, Reginaldo de Miranda.

A conversa sobre as diversidades da planta medicinais foi realizada com o fitoterapeuta e psicanalista Gilson Gionbelli. Ele apresentou quais plantas podem ser utilizadas como tratamento complementar de diversas doenças.

Em três anos de projeto, o número de participação por parte da população aumentou, além do melhoramento da saúde. No primeiro ano a equipe enfatizou, em uma roda de conversa com os profissionais, sobre diversos temas. Já no segundo ano, através de apresentações especificas, foram repassados assuntos que apresentavam grande demanda na Unidade Básica de Saúde. Para 2020, de acordo com o secretário, será abordado sobre o câncer de pele.

Diagnóstico

Em todos os encontros a equipe multiprofissional coletava dados, como Índice de massa corporal (IMC) e aferia a pressão arterial. Além de analisar os exames laboratoriais e encaminhar para a médica responsável realizar o atendimento em quem apresentava alterações.

Com isso, a equipe pode observar que a população apresenta grande problema relacionado à obesidade, o que é um grande fator de risco para o surgimento de diversas patologias, incluindo doenças cardiovasculares, diabetes e câncer.

“O projeto engajou inúmeras pessoas, colhendo dados, apresentando resultados, sempre visando melhorar a saúde da população de Formosa do Sul. Já estamos elaborando as atividades para o próximo ano, que com certeza apresentara melhoras no diagnostico desse ano e abordará temáticas que reforçarão os cuidados em relação à saúde da população”, completa Reginaldo.


Texto: Thaise Guidini Foto: Ana Cláudia Tasca

Publicidade


Tags da postagem

local Programa Formosa do Sul 13 de novembro de 2019