Governador manda anular compra de espada de 14,9 mil reais pelos Bombeiros de SC

É o que informa o Comando do Corpo de Bombeiros Militares, em “ Nota de Esclarecimento”, divulgada neste sábado,

Em 24/02/2019 10:45

Notícia por Agência de Notícias Qbo Mais

Governador manda anular compra de espada de 14,9 mil reais pelos Bombeiros de SC

O governador Carlos Moisés da Silva determinou o cancelamento da compra de uma espada pelo Corpo de Bombeiros Militares no valor de R$ 14.900,00.
É o que informa o Comando do Corpo de Bombeiros Militares, em “ Nota de Esclarecimento”, divulgada neste sábado, em resposta às críticas nas redes sociais sobre a aquisição da espada.
A nota informa que o governador ficou contrariado com a decisão.
Dá outras informações sobre a polêmica compra. Veja a íntegra:

“Em razão da notícia veiculada na imprensa, que menciona o empenho no valor de R$ 14,9 mil, referente à compra de uma réplica da espada para repor ao Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, cabe esclarecer:

1) O comandante-geral Cel BM Edupércio Pratts, que assumiu o Comando em fevereiro de 2019, esclarece que esta compra teve início na gestão passada, em novembro de 2018. O governador determinou ao comando do Corpo de Bombeiros e à Secretaria de Segurança Pública o cancelamento imediato da compra.

2) O Comando-Geral do Corpo de Bombeiros informa que há anos a espada já não é entregue como lembrança para ex-comandantes da instituição. E que está apurando o que ocorreu para que uma nova compra fosse feita.

3) O comandante-geral dos Bombeiros determinou abertura de Inquérito Policial Militar para apuração tanto do valor absurdo licitado, como ao bem ainda não entregue. Busca também, nos termos legais, o cancelamento da licitação.

4) O Governador Carlos Moisés da Silva também foi surpreendido com a notícia. Ele reconhece que a espada é um símbolo do comando das tropas e que o presente sempre foi uma tradição nas corporações militares. Mas que o próprio militar deve adquirir o instrumento, como ele próprio o fez em 1987, quando ainda era aluno oficial e adquiriu em 24 prestações. O mesmo foi feito pelo comandante-geral Edupércio Pratts, em 1986, e muitos outros oficiais ao longo do tempo.

5) O governador destaca, ainda, que – por mais merecida e honrosa que seja - uma lembrança deste porte, paga com recursos públicos, não condiz com o atual momento de austeridade imposta pelo Governo do Estado e todos seus órgãos.

Centro de Comunicação Social 
CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE SANTA CATARINA”

Fonte:Moacir Pereira Foto:Google


Tags da postagem

compra de uma espada Geral Carlos Moisés Santa Catarina SC 24 de fevereiro de 2019 Cidadania e Direitos