Cidadania

TRF-4 nega pedido de Lula para ouvir advogado foragido

O advogado apontava contradição, porque apesar de o habeas não ter sido conhecido, houve análise do mérito. Também sustentava existência de omissão na fundamentação da decisão, pois não teriam sido examinadas as declarações prestadas pela JBS na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) nem aquelas constantes na Ata Notarial anexada à inicial.

12/04/2018 19:35
Por Agência de Notícias Qbo Mais em Cidadania