Multinacional americana anuncia R$ 1,28 bi em fábrica de papel no Estado

A informação foi transmitida na segunda-feira pela diretoria da empresa ao presidente em exercício da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Gilberto Seleme.

Cadastrado em 08/11/2018 18:53

Entrevista por Agência de Notícias Qbo Mais

Multinacional americana anuncia R$ 1,28 bi em fábrica de papel no Estado

A multinacional americana WestRock investirá de US$ 345 milhões, o equivalente a R$ 1,285 bilhão, na ampliação da sua fábrica de papel em Três Barras, no Norte de Santa Catarina, a ex-MWV Rigesa, adquirida em 2015. Este será o maior investimento individual no setor de celulose e papel no Estado.

A informação foi transmitida na segunda-feira pela diretoria da empresa ao presidente em exercício da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Gilberto Seleme. A companhia, que tem outra filial em Blumenau, explica que a expansão faz parte do plano estratégico de longo prazo da empresa no Brasil, que visa ampliar seu negócio integrado, com maior capacidade de produção de papelão ondulado.

Este ano, a WestRock investiu US$ 125 milhões em nova fábrica moderna em Porto Feliz, São Paulo, e tem mais duas unidades produtivas, em Araçatuba (SP) e Pacajus (CE).  Com esse investimento, a produção de papeis de alta performance em Três Barras subirá 46%. Os investimentos começam em fevereiro do ano que vem e se encerram em março de 2021, num prazo de dois anos de implantação.

Segundo a WestRock, além da otimização dos recursos atuais, o projeto inclui novo pátio de madeiras, ampliação das linhas de celulose, novas caldeiras de força de recuperação, ampliação as máquinas de papel e novos equipamentos de suporte. Segundo a empresa, os investimentos também melhoram a eficiência energética, aumentando a autossuficiência da fábrica de 55% para 85%.   

– Quando a expansão estiver operando, estabelecerá novos parâmetros em relação à eficiência e à produtividade, aliados sempre a entrega de produtos diferenciados, com a mais alta qualidade disponível no mercado – afirma Jairo Lorenzatto, presidente da WestRock Brasil.

A WestRock é a segunda maior empresa de papel do Brasil, atrás apenas da Klabin, também forte em SC. O executivo da área de Relações Governamentais da companhia,  José Sawinski Junior, observa que esse investimento é importante para esse momento e mostra que a empresa confia na economia brasileira.

O presidente em exercício da Fiesc, Gilberto Seleme, destaca também a influência do microclima favorável ao reflorestamento.  – Nessa região o pinus desenvolve até cinco vezes mais rápido do que no hemisfério Norte, onde é mais frio. Por isso é melhor plantar aqui e levar o papel para os Estados Unidos do que tentar plantar florestas lá – explica o industrial.

Esse projeto de ampliação em Três Barras foi negociado com a participação da Investe SC, a agência de atração de investimentos do Estado. 

Grupo se destaca em florestas

A WestRock, maior empresa do município de Três Barras (foto) também se destaca na silvicultura, com mudas de pinus e eucaliptos de alta qualidade. A empresa tem, também, milhares de hectares reflorestados, com presença na maioria dos municípios da região Norte do Estado. 

 Fonte:NSC|Estela Benetti  Foto:Divulgação


Tags da postagem

Multinacional americana Santa Catarina SC 08 de novembro de 2018 Aproveitamento de Bens Materiais Geral

Comentários

Para comentar, acesse com seu Passaporte Archipèlagus validado.

Acessar